Kickboxing

A estrutura do Kickboxing apresenta uma diversidade de disciplinas com especificidades nas suas regras. Consulte aqui as suas diferenças.

K1 STYLE

K1 Style é uma disciplina de pleno contacto que exige um igual número de técnicas de pernas e punhos nas áreas legais de ataque executadas com foco, velocidade e determinação.

EQUIPAMENTO DE PROTECÇÃO E UNIFORME

Competição amadora:
Capacete, proteção de dentes, proteção de peito para atletas femininas, ligaduras de mãos, luvas de 10 Oz de velcro, coquilha, proteção de tornozelo com ligadura de pés (uso opcional; no entanto, o seu uso implica ambos os elementos), proteção de tíbia com pé.

Uniforme do atleta:
Atletas masculinos: tronco nu e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica.
Atletas femininas: top de desporto e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica.

Competição neoprofissional:
Luvas 10 Oz c/atacadores; protetor de dentes (boquilha); proteções de tíbia do tipo meia (opcional). As mesmas podem ter neopreno e fechar com velcro atrás da perna. Proteções de tíbia com enchimento de gel não são permitidas; coquilha protetora; proteção de peito (atletas femininas); ligaduras de gaze.

  • Em disputa de títulos é proibido o uso de proteções de tíbia tal como em competição profissional.

  • Uniforme do atleta:
    Atletas masculinos: tronco nu e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica.
    Atletas femininas: top de desporto e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica.

    Competição profissional:
    Luvas 8 Oz c/atacadores até 66,800 kg; a partir de 69,100 kg, luvas 10 Oz c/atacadores; protetor de dentes (boquilha); coquilha protetora; proteção de peito (atletas femininas); proteção tornozelo/pé elástico sem calcanhar; obrigatório uso de ligadura de pés; ligaduras de gaze.

    Uniforme do atleta:
    Atletas masculinos: tronco nu e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica.
    Atletas femininas: top de desporto e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica.

  • As luvas com atacadores têm obrigatoriamente de levar fita. Esta tem de ser de pano e é usada para suporte de luvas e proteções. Qualquer tipo de fita de plástico ou papel é proibido.
  • Só são permitidas ligaduras de gaze e adesivo. É proibido a aplicação de adesivo na parte da frente dos nós dos dedos.
  • Em competição neoprofissional e profissional é permitido agarrar e prender a perna do adversário e golpeá-lo, mas apenas com uma técnica legal (punhos, joelho ou perna).

    ÁREAS LEGAIS DE ATAQUE

    Cabeça: frente, lado, testa e cimo da cabeça;
    Tronco: frente e lado;
    Pernas: qualquer parte; é permitido a utilização da tíbia; varrimentos ao nível do tornozelo.

    TÉCNICAS LEGAIS

    Técnicas de mão: todas as técnicas de punhos, incluindo reverso de punho e rotativo de punho.
    Clinch com as duas mãos à volta do pescoço ou ombros, limitado a 5 segundos e recorrendo a apenas um joelho.
    Técnicas de pernas e joelhos: frontais, laterais, circulares, semi-ganchos, exterior, descendentes, pontapés rotativos, pontapés em salto, varrimentos, é permitido o uso da tíbia para atacar qualquer área legal das pernas e corpo, o joelho pode ser usado para atacar qualquer zona legal do corpo e da cabeça.

    INFRAÇÕES

    As seguintes ações são consideradas faltas:

    1. ataques com qualquer técnica para além das mencionadas no artigo anterior;
    2. agarrar as cordas;
    3. golpear com os cotovelos;
    4. atacar com pontapé frontal e lateral na frente da coxa, joelho e canela; também é válido para os ataques com joelho;
    5. bater com a cabeça, ombros, antebraços, estrangular o adversário, empurrar com o braço ou cotovelo, golpear a cabeça para fora das cordas;
    6. bater com o interior da luva, luva aberta e luva em cutelo;
    7. atingir as costas, a nuca, garganta, cabeça e rins do adversário;
    8. utilizar as cordas para ganhar vantagem;
    9. deitar-se no chão, lutar tipo wrestling ou simplesmente não combater;
    10. atacar um adversário que está no chão ou a levantar-se;
    11. atacar um adversário que está preso nas cordas;
    12. técnicas de projeção;
    13. golpear enquanto prende o adversário, ou puxar o adversário para o golpe (só em competição amadora);
    14. baixar bruscamente a cabeça abaixo da cintura do adversário de forma perigosa;
    15. recusar afastar-se depois da voz de comando “BREAK”;
    16. tentar atingir o adversário imediatamente a seguir à voz de comando “BREAK” ou “STOP”;
    17. cuspir voluntariamente a boquilha;
    18. sair do ringue sem qualquer motivo durante o combate;
    19. voltar as costas ao adversário, fugir e deixar-se cair deliberadamente;
    20. qualquer conduta antidesportiva para com os intervenientes da prova;
    21. untar a cara ou corpo com óleo;
    22. todas as técnicas cegas e não controladas no geral

    LOW KICK

    Low Kick é uma disciplina de pleno contacto que exige um igual número de técnicas de pernas e punhos nas áreas legais de ataque executadas com foco, velocidade e determinação.

    EQUIPAMENTO A UTILIZAR E UNIFORME

    Competição amadora:
    Capacete, proteção de dentes, proteção de peito para atletas femininas, ligaduras de mãos, luvas de 10 Oz de velcro, coquilha, proteção de tornozelo com ligadura de pés (uso opcional; no entanto, o seu uso implica ambos os elementos), proteção de tíbia com pé.

    Uniforme do atleta:
    Atletas masculinos: tronco nu e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica.
    Atletas femininas: top de desporto e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica.

    Competição neoprofissional:
    Luvas 10 Oz c/atacadores; protetor de dentes (boquilha); proteções de tíbia do tipo meia (opcional). As mesmas podem ter neopreno e fechar com velcro atrás da perna. Proteções de tíbia com enchimento de gel não são permitidas; coquilha protetora; proteção de peito (atletas femininas); ligaduras de gaze.

  • Em disputa de títulos é proibido o uso de proteções de tíbia tal como em competição profissional.

  • Uniforme do atleta:
    Atletas masculinos: tronco nu e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica.
    Atletas femininas: top de desporto e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica.

    Competição profissional:
    Luvas 8 Oz c/atacadores até 66,800 kg; a partir de 69,100 kg, luvas 10 Oz c/atacadores; protetor de dentes (boquilha); coquilha protetora; proteção de peito (atletas femininas); proteção tornozelo/pé elástico sem calcanhar; obrigatório uso de ligadura de pés; ligaduras de gaze.

    Uniforme do atleta:
    Atletas masculinos: tronco nu e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica.
    Atletas femininas: top de desporto e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica.

  • As luvas com atacadores têm obrigatoriamente de levar fita. Esta tem de ser de pano e é usada para suporte de luvas e proteções. Qualquer tipo de fita de plástico ou papel é proibido.
  • Só são permitidas ligaduras de gaze e adesivo. É proibido a aplicação de adesivo na parte da frente dos nós dos dedos.
  • ÁREAS LEGAIS DE ATAQUE

    Cabeça: frente, lado, testa e cimo da cabeça;
    Tronco: frente e lado;
    Pernas: coxa (apenas do exterior para o interior e vice-versa), podendo utilizar a tíbia para atacar, varrimentos ao nível do tornozelo.

    TÉCNICAS LEGAIS

    Técnicas de mão: todas as técnicas de punhos (exceto reverso de punho e rotativo de punho);
    Técnicas de pernas: frontais, laterais, circulares, semi-ganchos, exterior, descendente, pontapés rotativos, pontapés em salto, varrimento ao nível do tornozelo, é permitido o uso de tíbia.

    INFRAÇÕES

    As seguintes ações são consideradas faltas:

    1. ataques com qualquer técnica para além das mencionadas no artigo anterior;
    2. agarrar as cordas;
    3. atacar com as pernas na zona da anca, joelho e tíbia;
    4. golpear com os joelhos ou cotovelos;
    5. clinch;
    6. bater com a cabeça, ombros, antebraços, estrangular o adversário, empurrar com o braço ou cotovelo, golpear a cabeça para fora das cordas;
    7. bater com o interior da luva, luva aberta e luva em cutelo;
    8. atingir as costas, a nuca, garganta, cabeça e rins do adversário;
    9. utilizar as cordas para ganhar vantagem;
    10. deitar-se no chão, lutar tipo wrestling ou simplesmente não combater;
    11. atacar um adversário que está no chão ou a levantar-se;
    12. atacar um adversário que está preso nas cordas;
    13. técnicas de projeção;
    14. golpear enquanto prende o adversário, ou puxar o adversário para o golpe;
    15. baixar bruscamente a cabeça abaixo da cintura do adversário de forma perigosa;
    16. recusar afastar-se depois da voz de comando “BREAK”;
    17. tentar atingir o adversário imediatamente a seguir à voz de comando “BREAK” ou “STOP”;
    18. cuspir voluntariamente a boquilha;
    19. sair do ringue sem qualquer motivo durante o combate;
    20. voltar as costas ao adversário, fugir e deixar-se cair deliberadamente;
    21. qualquer conduta antidesportiva para com os intervenientes da prova;
    22. untar a cara ou corpo com óleo;
    23. todas as técnicas cegas e não controladas no geral.

    FULL CONTACT

    Full Contact é uma disciplina de pleno contacto que exige um igual número de técnicas de pernas e punhos nas áreas legais de ataque executadas com foco, velocidade e determinação.

    EQUIPAMENTO DE PROTECÇÃO E UNIFORME

    Competição amadora:
    Capacete, proteção de dentes, proteção de peito para atletas femininas, ligaduras de mãos, luvas de 10 Oz de velcro, coquilha, proteção de tíbia sem pé, proteção de pés (botas).

    Uniforme do atleta:
    Atletas masculinos: tronco nu e calças compridas 100% poliéster ou poliamida com cintura elástica.
    Atletas femininas: top de desporto e calças compridas 100% poliéster ou poliamida com cintura elástica.

    Competição neoprofissional:
    Luvas 10 Oz c/atacadores; protetor de dentes (boquilha); proteções de tíbia do tipo meia. As mesmas podem ter neopreno e fechar com velcro atrás da perna. Proteções de tíbia com enchimento de gel não são permitidas; proteções de pés (botas); coquilha protetora; proteção de peito (atletas femininas); ligaduras de gaze.

    Uniforme do atleta:
    Atletas masculinos: tronco nu e calças compridas 100% poliéster ou poliamida com cintura elástica.
    Atletas femininas: top de desporto e calças compridas 100% poliéster ou poliamida com cintura elástica.

    Competição profissional:
    Luvas 8 Oz c/atacadores até 66,800 kg; a partir de 69,100 kg, luvas 10 Oz c/atacadores; protetor de dentes (boquilha); coquilha protetora; proteção de peito (atletas femininas); ligaduras de gaze; proteções de tíbia do tipo meia. As mesmas podem ter neopreno e fechar com velcro atrás da perna. Proteções de tíbia com enchimento de gel não são permitidas; proteções de pés (botas).

    Uniforme do atleta:
    Atletas masculinos: tronco nu e calças compridas 100% poliéster ou poliamida com cintura elástica.
    Atletas femininas: top de desporto e calças compridas 100% poliéster ou poliamida com cintura elástica.

  • As luvas com atacadores têm obrigatoriamente de levar fita. Esta tem de ser de pano e é usada para suporte de luvas e proteções. Qualquer tipo de fita de plástico ou papel é proibido.
  • Só são permitidas ligaduras de gaze e adesivo. É proibido a aplicação de adesivo na parte da frente dos nós dos dedos.
  • ÁREAS LEGAIS DE ATAQUE

    Cabeça: frente, lado, testa e cimo da cabeça;
    Tronco: frente e lado acima da cintura;
    Pernas: só varrimentos ao nível do tornozelo.

    TÉCNICAS LEGAIS

    Técnicas de mão: todas as técnicas de punhos (exceto reverso de punho e rotativo de punho).
    Técnicas de pernas: frontais, laterais, circulares, semi-ganchos (só com a planta do pé). Exterior, descendentes (só com a planta do pé), pontapés rotativos, pontapés em salto, varrimentos, é permitido o uso da tíbia para atacar cabeça e tronco.

    INFRAÇÕES
    As seguintes ações são consideradas faltas:

    1. ataques com qualquer técnica para além das mencionadas no artigo anterior;
    2. agarrar as cordas;
    3. golpear abaixo da linha da cintura;
    4. golpear com os joelhos ou cotovelos;
    5. clinch;
    6. bater com a cabeça, ombros, antebraços, estrangular o adversário, empurrar com o braço ou cotovelo, golpear a cabeça para fora das cordas;
    7. bater com o interior da luva, luva aberta e luva em cutelo;
    8. atingir as costas, a nuca, garganta, cabeça e rins do adversário;
    9. utilizar as cordas para ganhar vantagem;
    10. deitar-se no chão, lutar tipo wrestling ou simplesmente não combater;
    11. atacar um adversário que está no chão ou a levantar-se;
    12. atacar um adversário que está preso nas cordas;
    13. técnicas de projeção;
    14. golpear enquanto prende o adversário, ou puxar o adversário para o golpe;
    15. baixar bruscamente a cabeça abaixo da cintura do adversário de forma perigosa;
    16. recusar afastar-se depois da voz de comando “BREAK”;
    17. tentar atingir o adversário imediatamente a seguir à voz de comando “BREAK” ou “STOP”;
    18. cuspir voluntariamente a boquilha;
    19. sair do ringue sem qualquer motivo durante o combate;
    20. voltar as costas ao adversário, fugir e deixar-se cair deliberadamente;
    21. qualquer conduta antidesportiva para com os intervenientes da prova;
    22. untar a cara ou corpo com óleo;
    23. todas as técnicas cegas e não controladas no geral.

    KICK LIGHT

    É uma disciplina de combate caracterizada por técnicas bem controladas. Os atletas combatem continuamente até que o árbitro central dê a voz de comando “STOP” ou “BREAK”. São utilizadas as técnicas de braços e pernas, mas com potência controlada ao atingirem as áreas legais de ataque. É executada com tempo corrido. O árbitro central não avalia os atletas, apenas controla o respeito pelas regras. A avaliação completa é feita por três juízes.

    EQUIPAMENTO DE PROTECÇÃO E UNIFORME

    Competição amadora:
    Capacete, proteção de dentes, proteção de peito (atletas femininas, opcional até Iniciados), ligaduras de mãos, luvas de boxe de 10 Oz para os todos os escalões (ou 8 Oz para Cadetes, desde que ambos os atletas as tenham), coquilha (opcional para atletas femininas), proteções de tíbia (tipo meia) e proteções de pés (botas).

    Uniforme do atleta:
    Os atletas devem usar t-shirt e calções de Kickboxing e/ou Muaythai com cintura elástica. As mangas devem cobrir, no máximo, metade da parte superior do braço. É proibido o uso de cinto de graduação, blusão com decote em V ou qualquer outro tipo de vestuário como quimonos tradicionais.

    ÁREAS LEGAIS

    Cabeça: frente e lado;
    Tronco: frente e lado;
    Pernas: coxa, apenas do exterior para o interior e vice-versa, podendo utilizar a tíbia para atacar;
    Pés: ao nível do tornozelo apenas varrimentos são permitidos.

    TÉCNICAS LEGAIS

    Técnicas de mão: todas as técnicas de punhos, exceto rotativo de punho.
    Técnicas de pernas: frontais, laterais, circulares, semi-ganchos (apenas com a planta do pé), exterior, descendentes (apenas com a planta do pé), pontapés em salto e pontapés rotativos (apenas com a planta do pé).
    Varrimentos: para pontuar com um varrimento o atacante tem de ficar de pé em todas as circunstâncias. Se na execução de um varrimento o atacante tocar o chão com qualquer parte do seu corpo que não os seus pés, nenhum ponto será atribuído. Será atribuída pontuação ao atacante se o seu adversário tocar no chão com qualquer parte do seu corpo que não os seus pés.

    INFRAÇÕES

    As seguintes ações são consideradas faltas:

    1. ataques com qualquer técnica para além das mencionadas no artigo anterior;
    2. ataques com maldade ou potência excessiva;
    3. bater com a cabeça, ombros, antebraços, estrangular o adversário, empurrar;
    4. rotativos de punho, bater de luvas abertas, com o interior das luvas ou com o pulso;
    5. atingir as costas do adversário, particularmente a nuca, cabeça, coluna e rins;
    6. golpes no cimo da cabeça e ombros;
    7. golpes no pescoço: frente, lado e nuca;
    8. deitar-se no tatami, lutar tipo wrestling ou simplesmente não combater;
    9. atacar um atleta que esteja no tapete ou a levantar-se;
    10. agarrar;
    11. projetar;
    12. golpear enquanto prende o oponente ou puxar o oponente para o golpe;
    13. agarrar ou prender o braço do adversário ou colocar o braço por debaixo do braço do adversário;
    14. baixar bruscamente a cabeça abaixo da cintura do adversário de uma forma perigosa;
    15. continuar a combater após a voz de “STOP” ou “BREAK”
    16. recusar afastar-se depois da voz de comando “BREAK”;
    17. voltar as costas ao adversário, fugir e deixar-se cair deliberadamente;
    18. cuspir voluntariamente a boquilha;
    19. qualquer conduta antidesportiva para com os intervenientes da prova;
    20. untar a cara ou corpo com óleo;
    21. todas as técnicas cegas e não controladas no geral.

    LIGHT CONTACT

    É uma disciplina de combate caracterizada por técnicas bem controladas. Os atletas combatem continuamente até que o árbitro central dê a voz de comando “STOP” ou “BREAK”. São utilizadas as técnicas de braços e pernas, mas com potência controlada ao atingirem as áreas legais de ataque. É executada com tempo corrido. O árbitro central não avalia os atletas, apenas controla o respeito pelas regras. A avaliação completa é feita por três juízes.

    EQUIPAMENTO DE PROTECÇÃO E UNIFORME

    Competição amadora:
    Capacete, proteção de dentes, proteção de peito (atletas femininas, opcional até Iniciados), ligaduras de mãos, luvas de boxe de 10 Oz para os todos os escalões (ou 8 Oz para Cadetes, desde que ambos os atletas as tenham), coquilha (opcional para atletas femininas), proteções de tíbia (tipo meia) e proteções de pés (botas).

    Uniforme do atleta:
    Os atletas devem usar t-shirt e calças compridas 100% poliéster ou poliamida com cintura elástica. As mangas devem cobrir, no máximo, metade da parte superior do braço. É proibido o uso de cinto de graduação, blusão com decote em V ou qualquer outro tipo de vestuário como quimonos tradicionais.

    ÁREAS LEGAIS DE ATAQUE

    Cabeça: face, lado e testa.
    Tronco: frente e lado.
    Perna: acima da cintura; ao nível dos tornozelos, apenas varrimentos são permitidos.

    TÉCNICAS LEGAIS

    Técnicas de mão: todas as técnicas de punhos, exceto rotativo de punho.
    Técnicas de pernas: frontais, laterais, circulares, semi-ganchos (apenas com a planta do pé), exterior, descendentes (apenas com a planta do pé), pontapés em salto e pontapés rotativos (apenas com a planta do pé).
    Varrimentos: para pontuar com um varrimento o atacante tem de ficar de pé em todas as circunstâncias. Se na execução de um varrimento o atacante tocar o chão com qualquer parte do seu corpo que não os seus pés, nenhum ponto será atribuído. Será atribuída pontuação ao atacante se o seu adversário tocar no chão com qualquer parte do seu corpo que não os seus pés.

    INFRAÇÕES

    As seguintes ações são consideradas faltas:

    1. ataques com qualquer técnica para além das mencionadas no artigo anterior;
    2. ataques com maldade ou potência excessiva;
    3. golpear abaixo da cintura (exceto varrimentos), prender, golpear com os joelhos ou cotovelos;
    4. bater com a cabeça, ombros, antebraços, estrangular o adversário, empurrar;
    5. rotativos de punho, bater de luvas abertas, com o interior das luvas ou com o pulso;
    6. atingir as costas do adversário, particularmente a nuca, cabeça, coluna e rins;
    7. golpes no cimo da cabeça e ombros;
    8. golpes no pescoço: frente, lado e nuca;
    9. deitar-se no tatami, lutar tipo wrestling ou simplesmente não combater;
    10. atacar um atleta que esteja no tapete ou a levantar-se;
    11. agarrar;
    12. projetar;
    13. golpear enquanto prende o oponente ou puxar o oponente para o golpe;
    14. agarrar ou prender o braço do adversário ou colocar o braço por debaixo do braço do adversário;
    15. baixar bruscamente a cabeça abaixo da cintura do adversário de uma forma perigosa;
    16. continuar a combater após a voz de “STOP” ou “BREAK”
    17. recusar afastar-se depois da voz de comando “BREAK”;
    18. voltar as costas ao adversário, fugir e deixar-se cair deliberadamente;
    19. cuspir voluntariamente a boquilha;
    20. qualquer conduta antidesportiva para com os intervenientes da prova;
    21. untar a cara ou corpo com óleo;
    22. todas as técnicas cegas e não controladas no geral.

    POINT FIGHTING

    É uma disciplina de combate em que os atletas têm como objetivo a marcação de pontos através de técnicas legais de braços e pernas feitas com agilidade, velocidade e foco.
    Em cada ponto válido (em que o atleta executa uma técnica legal), o árbitro central suspende o combate e, em simultâneo, o árbitro e os dois juízes indicam com os dedos o atleta a quem deve ser atribuída a pontuação.

    EQUIPAMENTO DE PROTECÇÃO E UNIFORME

    Competição amadora:
    Capacete, proteção de dentes, proteção de peito (atletas femininas, opcional até Iniciados), luvas para Point Fighting (mitts), ligaduras de mãos (opcionais), cotoveleiras, coquilhas (opcionais para atletas femininas), proteções de tíbia (tipo meia) e proteções de pés (botas).

    Uniforme do atleta:
    Os atletas devem usar uma t-shirt com decote em V e calças compridas 100% poliéster ou poliamida com cintura elástica. As mangas devem cobrir, no máximo, metade da parte superior do braço. O uso de cinto de graduação é opcional. É proibido o uso de t-shirt de decote redondo ou qualquer outro tipo de vestuário como quimonos tradicionais.

    ÁREAS LEGAIS DE ATAQUE

    Cabeça: face, lado, trás e testa;
    Tronco: frente e lado;
    Perna: ao nível dos tornozelos, apenas varrimentos são permitidos.

    TÉCNICA LEGAIS

    Técnicas de mão: diretos, reversos de punho, baixo acima (uppercut), mão a direito (ridge hand), ganchos e oblíquos.
    Técnicas de pernas: frontais, laterais, circulares, semi-ganchos (apenas com a planta do pé), exterior, descendentes (apenas com a planta do pé), pontapés em salto e pontapés rotativos (apenas com a planta do pé).
    Varrimentos: para pontuar com um varrimento o atacante tem de ficar de pé em todas as circunstâncias. Se na execução de um varrimento o atacante tocar o chão com qualquer parte do seu corpo que não os seus pés, nenhum ponto será atribuído. Será atribuída pontuação ao atacante se o seu adversário tocar no chão com qualquer parte do seu corpo que não os seus pés.

    INFRAÇÕES

    As seguintes ações são consideradas faltas:

    1. ataques com qualquer técnica para além das mencionadas no artigo anterior;
    2. ataques com maldade ou potência excessiva;
    3. golpear abaixo da cintura (exceto varrimentos), prender, golpear com os joelhos ou cotovelos;
    4. bater com a cabeça, ombros, antebraços, estrangular o adversário, empurrar;
    5. rotativos de punho, bater de luvas abertas, com o interior das luvas ou com o pulso;
    6. atingir as costas do adversário, particularmente a nuca, cabeça, coluna e rins;
    7. golpes no cimo da cabeça e ombros;
    8. golpes no pescoço: frente, lado e nuca;
    9. deitar-se no tatami, lutar tipo wrestling ou simplesmente não combater;
    10. atacar um atleta que esteja no tapete ou a levantar-se;
    11. agarrar;
    12. projetar;
    13. golpear enquanto prende o oponente ou puxar o oponente para o golpe;
    14. agarrar ou prender o braço do adversário ou colocar o braço por debaixo do braço do adversário;
    15. baixar bruscamente a cabeça abaixo da cintura do adversário de uma forma perigosa;
    16. continuar a combater após a voz de “STOP” ou “BREAK”
    17. recusar afastar-se depois da voz de comando “BREAK”;
    18. voltar as costas ao adversário, fugir e deixar-se cair deliberadamente;
    19. cuspir voluntariamente a boquilha;
    20. qualquer conduta antidesportiva para com os intervenientes da prova;
    21. untar a cara ou corpo com óleo;
    22. todas as técnicas cegas e não controladas no geral.

    FORMAS MUSICAIS E FORMAS CRIATIVAS

    Formas Musicais: demonstração de um combate fictício contra um ou mais adversários, no qual o atleta usa técnicas vindas de artes marciais orientais ao som de uma música por ele escolhida. Todas as técnicas têm de estar ao ritmo da música.
    Formas Criativas: demonstração de um combate fictício contra um ou mais adversários, no qual o atleta usa técnicas vindas de artes marciais orientais. Em Formas Criativas, não se pode usar música.

    DURAÇÃO
    O atleta inicia a sua apresentação a contar do primeiro movimento. A apresentação deve ter a duração máxima de 3 minutos.

    UNIFORMES
    Formas musicais:

    • não são permitidas t-shirts. À parte isso, não há uniforme específico para os atletas de formas musicais – os atletas podem vestir todo o tipo de uniformes usado em kickboxing ou karaté, desde que em boas condições.
    • os atletas devem estar descalços.
    • os atletas devem usar um cinto de artes marciais. Não são permitidos uniformes ou faixas de outro tipo de competição.
    • os atletas podem usar bandas de suor nos punhos.
    Formas criativas:
    • não são permitidas t-shirts. À parte isso, os atletas podem vestir todo o tipo de uniformes usado em kickboxing ou karaté, desde que em boas condições.
    • os atletas devem usar um cinto de artes marciais. Não são permitidos uniformes ou faixas de outro tipo de competição.
    • os atletas podem usar bandas de suor nos punhos.

    DIVISÕES
    Formas musicais:

    1. Na competição de Formas Musicais existem duas divisões:
      • Hard Style Livre (técnicas derivadas do Kickboxing, Karaté ou Taekwondo);
      • Hard Style Armas (armas usadas: Kama, Sai, Tonfa, Nunchaku, Bo, Katana).
    2. Os atletas em Formas Musicais podem participar nas duas divisões em cada prova, Livre e Armas.
    3. Os atletas podem escolher Hard Forms (ex. Hard - Livre + Hard Armas).
    Formas criativas:
    1. Na competição de Formas Criativas existem 10 divisões, todas para os homens e mulheres:
      • homens, mulheres, meninos, meninas, equipas.
      • Creative Livre, Creative Armas e equipas.
    2. Na competição por equipa, existe um mínimo de dois elementos e um máximo de três.
    3. As equipas podem ser mistas.
    4. As equipas podem ser compostas por atletas de escalões etários diferentes.
    5. Cada clube pode formar uma equipa em todos os escalões etários.
    6. Cada clube pode competir com o máximo de 2 equipas por escalão etário.
    7. Os atletas não podem mudar de uma equipa para outra na mesma categoria. Se esta regra for quebrada, ambas as equipas serão desqualificadas (mínimo de 7.0).
    8. Regras a cumprir na competição por equipa:
      • A equipa pode fazer uma apresentação sincronizada para obter pontuações mais altas;
      • A equipa pode escolher entre Creative Livre ou Creative Armas, ou mesmo combinar ambas;
      • A equipa pode usar qualquer arma que pretender, podendo misturá-las;
      • Não há limite de técnicas de ginástica, truques ou lançamento de armas;
      • Cada atleta será pontuado individualmente, ou seja, se um atleta cair ou errar, o único prejudicado será esse mesmo.

    ESTADO DAS ARMAS

    1. Cada atleta é responsável pelo bom estado das suas armas, que são individuais e não podem ser trocadas durante a competição.
    2. Podem ser utilizadas armas magnéticas.
    3. O árbitro principal pode pedir para inspecionar a arma do atleta.
    4. Não são permitidas espadas verdadeiras para as atuações.

    MOVIMENTOS DE GINÁSTICA Formas Musicais:

    1. Só são permitidos 5 movimentos de ginástica.
    2. A violação desta regra pode conduzir a uma dedução de 0.5 pontos por cada juiz para cada movimento de ginástica executado a mais.
    3. Um movimento de ginástica é um movimento sem o propósito atacante característico das artes marciais.
    4. Alguns movimentos de ginástica podem ser modificados, adicionando-lhes técnicas de pernas ou punhos, deixando assim de serem considerados movimentos de ginástica.
    Formas Criativas:
    1. Na competição individual, não são permitidas técnicas de ginástica. Apenas 1 kip up é permitido.
    2. Não são permitidas técnicas invertidas.

    FANTASIAS E EFEITOS ESPECIAIS

    1. Fantasias teatrais incluindo maquilhagem, máscaras ou qualquer tipo de uniforme que não seja reconhecido como pertencente a umas das artes marciais legais não são aceites.
    2. Os atletas não podem usar vendas nos olhos durante a sua apresentação.
    3. Qualquer efeito especial como laser, fumos, fogos e explosões, não é permitido.
    4. Infrações a estas regras implicam a desqualificação imediata do atleta.